domingo, 22 de abril de 2012

Flagrante - Carro da Jaime Câmera em local proibido



Boa tarde, pessoal.
Nesta sexta-feira, dia 20 de abril, tivemos um problema mecânico no carro no momento em que saímos do supermercado Bretas que fica na T-15 em frente ao Goiânia Shopping. Por este motivo, passamos um bom tempo ali esperando o mecânico e depois o guincho, pois o problema não poderia ser resolvido no local. Quando o guincho chegou, tivemos que remover o carro do local que estava pois não tinha como o guincho entrar no estacionamento, procuramos por um lugar na rua em que isso pudesse ser feito, sem atrapalhar muito o trânsito, e conseguimos um espaço para o carro em um recuo na calçada do Bretas, mas o guincho teve que ficar na rua mesmo, e na foto, vocês podem perceber o motivo: havia um carro da Jaime Câmera estacionado no local, com o motorista dentro do veículo assistindo TV.

Isso é muito complicado. Como alguém de uma empresa de comunicação que tem como algum de seus objetivos através de seus programas jornalísticos levar maior conscientização para a população, fazer denúncias quando as leis não são aplicadas, promover momentos de esclarecimentos do que pode ou não ser feito pelo cidadão, contribuindo desta forma para que o cidadão saiba seus direitos de deveres e que a sociedade caminhe melhor no seu coletivo, pode simplesmente desrespeitar regras tão simples e clara como as regras de trânsito?

Sim , porque ali, o condutor quebrou duas regras:

  • existe uma placa de proibido parar e estacionar;
  • existe um recuo com faixas amarelas pintadas no chão: neste caso, a faixa amarela quer dizer que naquele espaço delimitado por ela é proibido parar ou estacionar.
O motorista parou no recuo, em cima das faixas amarelas e na frente da placa de proibido parar e estacionar.

Não importa o tempo que ele ficou ali, o que importa é sua atitude.

Em Goiânia, no trânsito é sempre assim, todo mundo dando um jeito para fazer aquilo que for melhor para ele, não existe regra de trânsito, porque ninguém respeita. Não respeitam porque não há punição, multas, suspensão da carteira de motorista, fiscalização. Então, as coisas tomaram esta proporção, onde uma empresa de comunicação tão conhecida na cidade também não respeita as regras.

Parece simples, parece pouca coisa o que ele fez. Mas tenho para mim, que quem não respeita uma simples regra de trânsito também não respeita tantas outras regras da sociedade, e se as regras existem, é por uma tentativa de normatizar a vida em sociedade para que todos possam conviver melhor.

Penso que a empresa Jaime Câmera deveria selecionar melhor seus funcionários, treiná-los melhor e também fiscalizá-los, pois suas atitudes negativas respingam na empresa, pois ela é responsável por seus funcionários. 

Cada vez mais indignada com o egoísmo das pessoas, que pensam apenas naquilo que é o melhor para elas em detrimento dos outros.

Abraços,
Cláudia do Val

ET: o motorista saiu logo depois do guincho, ele ficou muito incomodado porque nos viu fotografando o carro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário