domingo, 18 de junho de 2017

Quem quer pão?



Só pão não! Quitandinhas, pão de queijo, biscoito, café com leite, cafés variados,  salsicha no molho de tomate, ovos mexidos.

Que as padarias de Goiânia descobriram um novo nicho, não podemos negar. Algumas até demoraram para aproveitar a crescente procura por cafés da manhã, cafés gourmets e brunches. Cada uma dá o nome quer. Fato é que todos ganham com isso. 
Felizmente tenho notado o aumento do número de padarias, não se restringindo apenas a setores, digamos, mais elitizados.
O que estava acontecendo é que a poucas padarias estava ficando muito cheias, com filas de espera e perdendo um pouco o conforto e aconchego que se deve ter um café da manhã. O barulho em algumas padarias é fator importantíssimo até para deixarmos de ir nelas.
Com isso, passamos a procurar outras padarias, em outros setores e até com preços mais acessíveis.
No entanto, é necessário que se invista mais na criação dos produtos , como outros tipos de pães, baguetes recheadas, pois acaba que as padarias apresentam os mesmos produtos com pequenas diferenças. 
Sempre tivemos dificuldade em encontrar comércios abertos após o meio dia  do sábado, na capital. Respeito a cultura de nossa cidade, mas a população goianiense tem mudado seus hábitos e os comerciantes, de modo geral, não têm acompanhado.
Por isso, vemos, de uma forma muito positiva, essa mudança em relação às padarias e estamos torcendo para que ocorra isso em outras esferas comerciais.
As próximas postagens serão sobre alguns desses estabelecimentos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário